diarioagora.com.br

Diário Agora Mudar jornal: Diário do Sudoeste
  • Guarapuava, 28 de Julho de 2014

Publicado em 12 de Dezembro de 2013, às 18h47min

PM prende suspeito que aparece em filmagem de roubo de moto

Diário de Guarapuava FolhaPress



SÃO PAULO, SP, 12 de dezembro (Folhapress) - A PM prendeu ontem um suspeito de participar de roubo de moto na Penha, na zona leste de São Paulo, em outubro. Na ocasião, o outro assaltante foi baleado por um PM que passava no local. A ação foi gravada por uma câmera acoplada ao capacete da vítima.
Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), Leonardo Silva Barros Melo, 19, foi encontrado por volta das 16h de ontem após uma denúncia anônima. A informação passada aos policiais é que ele estaria em um bar que pertence ao pai dele, em Ermelino Matarazzo, também na zona leste de São Paulo.
Ao chegar no local, os policiais foram recebidos pelo pai do suspeito, em uma casa que fica no mesmo imóvel onde funciona o bar. Durante as buscas, o rapaz foi encontrado deitado na cama de seu quarto. Ele não reagiu, ainda segundo a SSP.
Crime
Em 12 de outubro, os dois assaltantes, que estavam em uma Honda Twister vermelha, abordaram um vigia de 35 anos, que seguia em sua Honda Hornet branca, no cruzamento das avenidas Doutor Assis Ribeiro e Gabriela Mistral, na Penha. Leonardo Escarante Santos, 18, que estava na garupa, aponta uma arma para a vítima e pede para que ele entregue o veículo. Ele obedece e entrega a moto.
Um PM fardado que voltava do trabalho desce armado de seu carro, que estava parado no sentido oposto da via e dá voz de prisão aos assaltantes. Ao ver o policial, o assaltante põe a mão na cintura e aponta o revólver calibre 38 para o PM, que faz dois disparos contra ele.
Atingido na perna e no abdômen, Santos foi socorrido ao Hospital do Tatuapé, onde passou por cirurgia e permaneceu internado por cinco dias. Em seguida, ele foi encaminhado para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.
O policial que baleou Santos e impediu a dupla de levar a motocicleta foi condecorado com a medalha Láurea de Mérito Pessoal em 1º Grau. Esse é o grau mais alto de honraria que a PM concede a profissionais que se destacam em atos de bravura.
Banco
A Polícia Civil prendeu manhã de hoje dois suspeitos de roubar um banco na Vila Mariana, na zona sul de São Paulo. Um deles levou um tiro na região do abdômen, mas não corre risco de morrer.
Segundo a polícia, um grupo de quatro homens rendeu o gerente de uma agência do banco Santander, na rua Conselheiro Rodrigues Alves, por volta das 7h50. Dois deles entraram pela porta principal e outros dois por um estacionamento lateral.
Ao perceber a chegada das polícias Civil e Militar, os assaltantes correram para o segundo andar do prédio. Um deles conseguiu fugir pela janela e o outro foi preso em flagrante no local.
Um policial que estava do lado de fora pediu para o suspeito que pulou da janela soltar a arma e parar de correr. Segundo a polícia, o homem desobedeceu a ordem e atirou.
O policial reagiu e atingiu o suspeito. Mesmo com um ferimento no abdômen, Maikon Barros Camila, 26, tentou pular um muro para fugir e foi detido. Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital São Paulo.
O outro suspeito preso, Germano Luiz Ribeiro da Silva, 28, já tinha passagem por roubo. Outros dois suspeitos conseguiram fugir.
A polícia apreendeu uma pistola calibre 380 e outra 9 mm.
Segundo o delegado que registrou a ocorrência, Edson Carlos Tavares, os suspeitos não chegaram a abrir o cofre pois o dispositivo tem horário programado de abertura. "Eles estavam esperando o tempo certo, mas foram surpreendidos antes", disse.
O delegado afirmou que vai usar imagens gravadas pelo circuito interno de segurança da agência para prender os dois homens que fugiram.